Tomás Tavares deseja ver Portugal "orgulhar toda a gente" no Euro sub-21

Tomás Tavares deseja ver Portugal "orgulhar toda a gente" no Euro sub-21
Redação com Lusa

Tópicos

Defesa-direito da equipa do Farense (emprestado pelo Benfica) é um dos eleitos do selecionador Rui Jorge para a fase final da competição de seleções

O futebolista Tomás Tavares garantiu hoje que a seleção portuguesa de sub-21 irá encarar "com a máxima responsabilidade" a fase de grupos do Campeonato da Europa da categoria, na tentativa de "orgulhar toda a gente".

"Se os adversários estão no Europeu, é porque têm qualidade. Acreditamos no nosso trabalho e vamos entrar em qualquer jogo para ganhar. Contudo, há que ter consciência de que temos de estar no nosso melhor para conseguir o objetivo", admitiu o defesa, em declarações ao sítio oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na Internet.

Portugal arranca na quinta-feira a oitava participação numa fase final de um Europeu de sub-21, que integrará pela primeira vez 16 seleções e será disputado entre Hungria e Eslovénia num formato inédito, com a fase de grupos a decorrer de 24 a 31 de março.

"Este grupo é bastante unido e tem muita alegria. Damo-nos todos super bem e isso é importante para termos um grupo saudável, mesmo entre os jogadores das mesmas posições. É sempre uma competição saudável e acho que isso vai ajudar bastante no nosso percurso", notou Tomás Tavares, que alinha no Farense, da I Liga portuguesa.

A formação lusa realizará os três jogos do Grupo D na Eslovénia e estreia-se frente à Croácia na quinta-feira, às 20:00 de Lisboa, em Koper, antes de rumar à capital Ljubljana para defrontar Inglaterra, no domingo, às 20:00, e Suíça, em 31 de março, às 17:00.

"Jogamos contra grandes equipas e grandes jogadores com um nível alto. Podemos sempre mostrar a nossa qualidade em jogos difíceis, que nos proporcionam outras dificuldades para lá das que enfrentamos nos nossos campeonatos. É sempre uma oportunidade de aprendizagem e de enfrentarmos situações diferentes", observou.

Finalista vencido em 1994 e 2015, Portugal terá de ficar numa das duas primeiras posições da "poule" para entrar na ronda eliminatória (quartos de final, meias-finais e final), destinada às oito melhores seleções, a decorrer entre 31 de maio e 06 de junho.

"Portugal é uma equipa confiante e que vai dar tudo. Acreditamos muito na nossa qualidade, mas sabemos que temos de trabalhar muito", vincou Tomás Tavares, que pertence aos quadros do Benfica e cumpre ao serviço do Farense o segundo período de empréstimo nesta temporada, depois de ter representado os espanhóis do Alavés.

Com quatro aparições na fase de qualificação, o lateral mostrou-se orgulhoso pela presença nos 23 convocados do selecionador Rui Jorge e prometeu "grande responsabilidade" num momento "bastante importante na carreira de qualquer atleta".

"É sempre bom um jogador conseguir desempenhar várias posições. Cada lugar acarreta um trabalho e uma preparação diferentes. Seja onde for, vou procurar sempre dar o meu melhor e ajudar a equipa", terminou o lateral direito, de 20 anos, que, na ausência de um esquerdino, deve ser a principal opção nesse lado da defesa da equipa das "quinas