Seleção Nacional estreia-se no Catar a lutar contra a "maldição"

Seleção Nacional estreia-se no Catar a lutar contra a "maldição"

Portugal arranca o Mundial frente ao Gana e não vence o primeiro jogo desde 2006. Fernando Santos deve confirmar a ambição nas palavras com um 11 de gala, recheado de jogadores tecnicamente superiores no meio-campo e com João Félix a surgir, pela esquerda, no apoio a CR7.

Será às 16h00, em Portugal continental, e diante do Gana que será dado o pontapé de saída no primeiro jogo da Seleção Nacional no Catar"2022, o quinto Mundial consecutivo em que participa, oitavo no total.

O treinador Fernando Santos não esconde a ambição de sair da competição com o título. Para isso, está determinado em entrar na prova - que já conta com algumas surpresas - com o pé direito, alcançando uma vitória na estreia que vai escapando à equipa das Quinas desde 2006. De facto, desde que Pauleta assinou o golo do 1-0 sobre Angola, na Alemanha, Portugal somou dois empates a abrir - 0-0 com a Costa do Marfim em 2010 e 3-3 com a Espanha em 2018 - e uma derrota - 4-0 frente à Alemanha em 2014, num Mundial de má memória e o único desde 2002 (entrou a perder com os EUA) em que não passou o grupo. Também em 1986 a equipa das Quinas caiu na primeira fase, apesar do triunfo a abrir sobre a Inglaterra. Já em 1966, na melhor participação de sempre, a Bulgária foi a primeira de quatro equipas a perder com Portugal, antes desta cair nas meias-finais.

Em relação ao onze para esta quinta-feira, por comparação com o jogo de preparação com a Nigéria, devem entrar Diogo Costa para a baliza, Cancelo e Pepe para a defesa. Do meio-campo para a frente, o capitão Cristiano Ronaldo irá surgir no lugar de André Silva, mas Santos deve manter os outros quatro "artistas" que tão boa conta de si deram frente aos nigerianos, trocando William por Rúben Neves, que terá apoio mais direto de Otávio. Bruno Fernandes jogará a descair mais pela direita e Bernardo Silva com enorme liberdade de movimentos e, finalmente, João Félix, após grande exibição, a entrar preferencialmente pela esquerda no apoio a CR7.

Nuno Mendes recuperado

O regresso de Nuno Mendes aos treinos de Portugal foi a principal nota de destaque do ensaio geral para o jogo de hoje. O lateral-esquerdo do PSG tinha falhado o apronto da véspera devido a uma mialgia de esforço, mas ontem completou o grupo de trabalho no relvado do centro de treinos. Quer isto dizer que o jogador, de 20 anos, está apto e a equipa na máxima força para a tão ansiada estreia.