Rui Jorge e o jogo em Chipre: o muito calor e uma regra do futebol

Rui Jorge e o jogo em Chipre: o muito calor e uma regra do futebol

Seleção portuguesa sub-21 prepara-se para mais um encontro de apuramento para o Europeu.

A seleção portuguesa sub-21 volta a entrar em ação na sexta-feira, em Chipre, para mais um jogo de qualificação para o Europeu da categoria. Rui Jorge pede uma equipa concentrada e com cautelas.

"O Chipre não é do nível de Portugal em termos da qualidade dos seus jogadores, mas isso não invalida que tenhamos de estar no nosso melhor para conseguir vencer o jogo. É uma regra no futebol. Não podemos pensar que o jogo está ganho e acho, inclusive, que teremos dificuldades no último terço [do campo] pela aglomeração [de jogadores] que normalmente eles fazem. Têm muita gente próxima da baliza. Nós teremos de ter a arte e a qualidade para ultrapassar isso", afirmou o selecionador na antevisão ao jogo.

"Teremos de ter uma circulação [de bola] muito rápida para tentar encontrar espaços livres onde é difícil existirem. Quando se colocam oito jogadores atrás da linha da bola numa zona próxima da baliza não existem muitos espaços livres - teremos de os encontrar. Teremos de perceber que se não o fizermos imediatamente, tem de ser um jogo de paciência também. Paciência não implica não querer, desde o primeiro minuto, conseguir o golo. Implica manter a calma se ele não aparecer. É isso que vamos procurar ter. É importante ter uma dinâmica ofensiva que nos permita criar situações de golo e finalizar", explicou Rui Jorge.

As previsões meteorológicas em Larnaca indicam uma temperatura máxima perto dos 40 graus no dia do jogo, nada que preocupe o técnico. "O calor é sempre um obstáculo para todos os jogadores. Não estarão as condições ideais para ninguém em termos de tempo, não é fácil jogar com 30 e bastantes graus, mas é para as duas equipas. Vamos tentar fazer o nosso jogo e teremos de ultrapassar o calor também", comentou

O duelo entre Chipre e Portugal vai realizar-se amanhã, sexta-feira, pelas 17h00 de Portugal continental.