Rui Jorge chama Pedro Neto, Inácio e Djaló também regressam: a convocatória dos sub-21

Rui Jorge chama Pedro Neto, Inácio e Djaló também regressam: a convocatória dos sub-21
Redação

Selecionador convocou 26 jogadores para os últimos três jogos de qualificação (Bielorrússia, Liechtenstein e Grécia) para o Europeu'2023, com destaque para o regresso do ala do Wolves, assim como de Gonçalo Inácio e Tiago Djaló, e para a inclusão de João Mário, Fábio Vieira, Gonçalo Borges e Francisco Conceição, recém-coroados em Portugal. Lusos estão em lugar de apuramento

Guarda-redes: Célton Biai (V. Guimarães); Gonçalo Tabuaço (FC Porto), Samuel Soares (Benfica)

Defesas: Alexandre Penetra (Famalicão), Eduardo Quaresma (Sporting), Gonçalo Inácio (Sporting), João Mário (FC Porto), Nuno Tavares (Arsenal), Rafael Rodrigues (Benfica) e Tiago Djaló (Lille)

Médios: Afonso Sousa (Belenenses), André Almeida (V. Guimarães), Fábio Vieira (FC Porto), Fábio Carvalho (Fulham), José Carlos (Varzim), Paulo Bernardo (Benfica), Tiago Dantas (Benfica), Vasco Sousa (FC Porto) e David da Costa (Lens).

Avançados: Fábio Silva (Wolves), Francisco Conceição (FC Porto), Gonçalo Ramos (Benfica), Gonçalo Borges (FC Porto), Henrique Araújo (Benfica), Pedro Neto (Wolves) e Vitinha (Braga).

O defesa-central do Sporting Gonçalo Inácio e o também central Tiago Djaló (Lille) regressaram aos convocados da seleção portuguesa de sub-21, enquanto o médio do FC Porto Vitinha voltou a ascender à equipa principal das quinas.

A equipa orientada por Rui Jorge, vice-campeã europeia, vai concluir em junho a fase de qualificação para o torneio continental Roménia/Geórgia2023, com três encontros do grupo D, que lidera: fora de casa com a Bielorrússia (4 junho) e o Liechtenstein (7 junho) e, em Barcelos, diante da Grécia (11 junho).

"Relativamente aos jogadores em concreto, são mais dois (Gonçalo Inácio e Tiago Djaló), que são deste espaço (sub-21). Podem, por vezes, ir ao espaço mais acima (seleção A). Sabem que é a vida deles. Estão sempre dependentes das opções superiores, mas acredito que vão chegar aos sub-21 e demonstrar aquilo que os fez ir acima", afirmou o treinador.

Na conferência de imprensa de apresentação da convocatória, na Cidade do Futebol, em Oeiras, Rui Jorge sublinhou o momento particular do calendário, uma vez que há atletas que ainda estão em competição e outros que já se encontram de férias.

"O campeonato da Bielorrússia está a decorrer. Está numa fase diferente da nossa, não está a terminar. Acredito que vão chegar em boas condições e criar-nos dificuldades", disse.

O selecionador dos sub-21 prometeu o mesmo empenho nas restantes três partidas desta fase de apuramento, independentemente dos adversários.

"Em relação à qualidade individual dos jogadores não há comparação possível. Mas, como sempre, no futebol é uma questão de o provarmos. Não adianta muito dizer que temos uma qualidade superior e, depois, chegar ao campo e não o demonstrar", concluiu.

Portugal lidera o agrupamento, com 19 pontos, seguida da Grécia, que tem 17 e foi goleada por 4-0 quando recebeu Portugal, em 29 de março.