Ronaldo após novo póquer: "Não vivo o futebol a pensar nos prémios individuais"

Ronaldo após novo póquer: "Não vivo o futebol a pensar nos prémios individuais"

Craque português comentou a goleada de Portugal frente à Lituânia e os quatro golos marcados.

É possível Ronaldo não acabar? "Isso é impossível - risos -, sinto-me bem, como disse anteriormente é um orgulho representar a seleção, estou a passar por um bom momento, a equipa esteve muito bem hoje como fez com a Sérvia. Muito feliz não só pelos golos marcados, mas por ver o nível da seleção nos últimos anos".

Apuramento mais perto? "O mais difícil foi feito, ganhar na Sérvia e hoje também. Estamos mais perto. Por isso os próximos dois jogos, um em Portugal contra o Luxemburgo e um fora contra a Ucrânia, se ganharmos mais um dos jogos acho que já é suficiente".

A olhar mais de perto para a Bola de Ouro depois destes golos? "Como digo sempre, não vivo o futebol pensando nos prémios individuais, isso é consequência do que ganhamos coletivamente. Mas é bom, não vou mentir. O importante era ajudar a seleção. Fiz um golo contra a Sérvia e quatro aqui e fico muito feliz. Há que desfutar deste momento e o que mais quero é continuar assim".