Quaresma responde a Queiroz: "Vozes de burro não chegam ao céu"

Quaresma responde a Queiroz: "Vozes de burro não chegam ao céu"

Extremo não deixou o ex-selecionador português sem resposta.

Ricardo Quaresma respondeu às declarações de Carlos Queiroz, que se mostrou magoado com a atitude do extremo depois do jogo entre Portugal e Irão. "O Quaresma ainda vai ter de jogar pela minha seleção e não vou tecer muitos comentários. Mas se os treinadores que ele teve falassem dele ficariam anos a falar. Todos, do Sporting ao FC Porto", referiu o selecionador do Irão, em entrevista ao jornal Público.

Face a estas declarações, o extremo português deixou uma longa mensagem no Instagram onde comenta as palavras de Queiroz, falando em preconceito e referindo que "vozes de burro não chegam ao céu".

"Estou habituado a sofrer de preconceito ao longo da vida, talvez isso me tenha feito mais forte, talvez isso me tenha feito um ser humano melhor. A minha resposta a esse preconceito sempre foi trabalhar mais, lutar mais, para chegar onde sempre sonhei chegar. Sei de onde vim, o que passei para aqui chegar e para onde quero ir e não quero ir sozinho, quero ir com a equipa toda, ser um entre todos", começou por dizer.

"Amigos, se é verdade que o povo diz que se deve ter sempre um olho no burro e outro no cigano também é verdade que vozes de burro não chegam ao céu. Agora, vamos lá jogar, apoiar a seleção, concentrados para ganhar ao Uruguai", rematou Quaresma.