Portugal no play off de acesso ao Mundial: como se disputa e os possíveis adversários

Portugal no play off de acesso ao Mundial: como se disputa e os possíveis adversários
João Maia

Quanto a adversários, Portugal sabe, desde logo, que é cabeça de série e, por isso, tem já dois possíveis oponentes

Disputar um play-off para garantir a presença numa fase final não é uma novidade para a Seleção Nacional, mas desta feita a última etapa de apuramento é diferente da convencional eliminatória a duas mãos diante de outro segundo classificado, como aconteceu no passado. E até já há possíveis adversários, mas vamos por partes.

O sorteio realiza-se a 26 de novembro e vai englobar dez segundos classificados dos grupos de qualificação da zona europeia e - agora é que vem a principal diferença - os dois melhores classificados da última edição da Liga das Nações que não tenham conseguido a qualificação direta ou um lugar do play-off.

Estas 12 seleções serão, depois, divididas em três caminhos de quatro equipas, que disputarão um mini-torneio com meias-finais e final a uma só mão. Os vencedores de cada caminho conseguem, então, o bilhete de acesso para o Mundial. As meias-finais estão agendadas para 24 e 25 de março, enquanto a final de cada mini-torneio joga-se a 28 ou 29 de março.

Quanto a adversários, Portugal sabe, desde logo, que é cabeça de série e, por isso, tem já dois possíveis oponentes: Macedónia do Norte, congénere que está no 74.º lugar do ranking FIFA e que é uma das segundas piores classificadas no apuramento da zona europeia para o Mundial, e a Áustria (32.º), à boleia do desempenho na Liga das Nações. No Grupo E sabe-se, também, que o segundo classificado que será País de Gales (19.º) ou Chéquia (31.º) poderá defrontar o conjunto orientado por Fernando Santos.

O resto dos possíveis oponentes saber-se-à até terça-feira, dia da última jornada dos grupos ainda não concluídos.