Pauleta visitou vítimas dos incêndios na Serra da Estrela: "Momento é triste"

Pauleta visitou vítimas dos incêndios na Serra da Estrela: "Momento é triste"
Redação

O diretor da FPF e chefe de comitiva dos sub-21 deu alento a vítimas dos incêndios deste verão na região da Covilhã.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em colaboração com a Associação Guardiões da Serra da Estrela, promoveu este sábado uma ação solidária na Vila do Carvalho, uma das zonas do concelho da Covilhã mais afetadas pelos incêndios deste verão.

Pedro Pauleta, diretor da FPF, encontrou-se com algumas das pessoas mais afetadas por este flagelo e deu alento a quem procura recuperar de um período muito complicado. O dirigente federativo fez esta visita acompanhado por Vítor Pereira, presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Bruno Brito, vice-presidente da Associação de Futebol de Castelo Branco, e Antónia Silvestre, da Direção da Associação Guardiões da Serra da Estrela.

Esta iniciativa surgiu na sequência do jogo de preparação Portugal-Geórgia, em sub-21, na Covilhã, que teve também um vincado cariz solidário. O chefe da comitiva portuguesa estava muito satisfeito por dar um contributo a esta causa: "Preferíamos vir aqui noutras circunstâncias. Sabemos a importância da parte social na FPF e considero que o que temos feito nos últimos anos tem sido importante para os que mais precisam. O estádio vai estar cheio e a receita vai reverter para a Associação Guardiões da Serra da Estrela para ajudar quem tanto perdeu com os incêndios neste verão. Os pastores com quem estivemos hoje relataram-nos episódios muito complicados e o momento é triste, mas queremos ser solidários e queremos que todo o país também seja solidário porque acreditamos que todos juntos seremos mais fortes e retribuímos também um pouco do carinho que as seleções sempre recebem onde quer que passem."

O autarca Vítor Pereira reconheceu a importância da ação social da FPF, exprimindo "a mais profunda gratidão à FPF e à seleção de sub-21" por a Covilhã ter sido escolhida para realizar este jogo e também por prestarem "esta nobre solidariedade. Nos tempos que correm, estas ajudas são sempre bem-vindas e estamos todos imbuídos do mesmo espírito."

Bruno Brito destacou a dimensão social que a FPF tem demonstrado perante "uma autêntica catástrofe", louvando a "excelente ação de dinamizar esta iniciativa social, que tem sido levada a cabo em diversas ocasiões nos mandatos da atual Direção". O dirigente da AF Castelo Branco considera esta causa "essencial" face à "destruição total deste território".

O auxílio da FPF vai possibilitar "continuar a apoiar as dificuldades dos pastores, que são essencialmente ao nível da alimentação dos seus animais", explicou Antónia Silvestre dos Guardiões da Serra da Estrela.