O que distingue Fernando de Diego Costa

O que distingue Fernando de Diego Costa

O médio do FC Porto não é considerado elegível pela FIFA para jogar por Portugal, ao contrário do avançado do Atlético de Madrid, que já jogou por Brasil e Espanha.

Os regulamentos da FIFA impedem que Fernando jogue pela Seleção de Portugal mas permitem que Diego Costa jogue por Espanha. À partida pode ser difícil de perceber, mas vamos por partes.

De acordo com a FIFA, Fernando não pode jogar pela Seleção Nacional porque representou o Brasil no Mundial de sub-20, em 2007, quando ainda não possuía nacionalidade portuguesa. Diego Costa, por sua vez, representou o Brasil em março e só em julho foi considerado cidadão espanhol. Quais as diferenças?

O avançado do Atlético de Madrid alinhou em março em dois jogos particulares pelo Brasil, ao contrário de Fernando, que foi chamado para uma competição da FIFA, ou seja, oficial, apesar de ter sido pelos sub-20. Nestes casos, os estatutos (alínea a) do nº 1 do Art. 8 Anexo III) são claros:

"Um jogador é elegível para representar uma segunda Seleção quando: Não tenha participado em nenhum jogo OFICIAL pela equipa A da primeira Seleção e, caso tenha participado numa competição internacional OFICIAL (na formação da primeira Seleção), seja já detentor da nacionalidade da equipa que pretende representar posteriormente".

Concluindo, Diego Costa é, segundo a FIFA, elegível para jogar por Espanha porque nunca representou o Brasil em competições oficiais, seja na formação ou na equipa A, ao contrário de Fernando.