"O público dá emoção aos jogos, mas, de resto, não muda nada"

"O público dá emoção aos jogos, mas, de resto, não muda nada"
Redação com Lusa

Tópicos

Bernardo Silva admite que as "expectativas são altas" na seleção portuguesa e fala da ausência de público

Bernardo Silva afirmou esta quinta-feira que as "expectativas são altas" na seleção portuguesa, depois das conquistas do Euro 2016 e da Liga das Nações, e destacou a qualidade técnica dos jogadores da Croácia.

"É uma seleção muito forte, que conhecemos bem. São vice-campeões do mundo e não é preciso grandes palavras para perceber a dificuldade que vai ser este jogo, mas Portugal quer sempre ganhar. A Croácia tem jogadores tecnicamente muito fortes, que gostam de ter a bola. Não vai ser fácil. Temos de estar organizados", disse Bernardo Silva.

Em declarações divulgadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), o jogador do Manchester City referia-se ao duelo de sábado no Porto, no Estádio do Dragão, que marca o arranque do Grupo 3 da Liga das Nações, competição conquistada por Portugal em 2019.

"Ganhámos esse título e temos essa responsabilidade. Sabemos disso. Depois do Euro e da Liga das Nações, as expectativas são altas, mas é sempre difícil. As outras equipas são muito fortes e não estamos a jogar sozinhos. Mas, a ambição mantém-se", referiu o médio de 26 anos.

Bernardo, que tem 43 jogos e seis golos pela principal seleção nacional, admitiu ainda que vai faltar "alguma emoção" no Estádio do Dragão, já que o encontro vai ser disputado à porta fechada, devido à pandemia da covid-19.

"É a parte menos boa do futebol. O público dá emoção aos jogos. Mas, de resto, não muda nada em termos da nossa ambição e dos nossos objetivos", garantiu.

Portugal fez esta quinta-feira o último treino na Cidade do Futebol, em Oeiras, numa sessão em que não participaram Renato Sanches, que, entretanto, foi dispensado devido a problemas físicos, e Cristiano Ronaldo, devido a um problema num dedo do pé direito.

Durante a tarde, a comitiva lusa viaja até ao Porto, onde realiza apenas um treino, na sexta-feira, de habitual adaptação ao Estádio do Dragão, palco do encontro da primeira jornada do Grupo 3 frente aos atuais vice-campeões mundiais.

Três dias após o duelo com os croatas, Portugal desloca-se a Solna, nos arredores de Estocolmo, para defrontar a Suécia, também em encontro a contar para a Liga das Nações.

A seleção nacional ainda não efetuou qualquer jogo em 2020, devido à covid-19. O último encontro aconteceu em 17 de novembro do ano passado, no triunfo por 2-0 no Luxemburgo, que valeu a qualificação para a fase final do Euro 2020, que, entretanto, foi adiado para 2021, devido à pandemia.