"Mundial sub-20? Se não sonhássemos não valia a pena irmos para a Polónia"

"Mundial sub-20? Se não sonhássemos não valia a pena irmos para a Polónia"

Diogo Queirós, capitão da seleção portuguesa de sub-20, falou em conferência de Imprensa no primeiro dia da concentração da equipa, na Cidade do Futebol, Oeiras.

O português Diogo Queirós manifestou esta segunda-feira o desejo de erguer o troféu de vencedor no Mundial de futebol de sub-20, na Polónia, e sublinhou que é mais uma boa oportunidade para mostrar o valor de Portugal.

"Se não sonhássemos não valia a pena irmos para a Polónia. Quer nós, quer as outras seleções têm o sonho de serem campeões do Mundo. Vamos dar o máximo para sermos superiores e levantar o troféu no fim", afirmou o capitão da equipa das quinas, no primeiro dia da concentração da seleção na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Depois de também capitanear Portugal nas conquistas dos Europeus de sub-17 (2016) e sub-19 (2018), o defesa central do FC Porto B, de 20 anos, reconhece que "muitos olhos" vão estar em cima da seleção de Hélio Sousa, contudo lembra que uma eventual "pressão" foi imposta exatamente pelos jovens campeões.

"Muitos olhos estão em cima de nós, mas fomos nós que nos colocámos nessa posição pelo trajeto. Vamos, com certeza, estar preparados pela pressão de termos sido campeões europeus por duas vezes", assegurou.

Para o jogador do FC Porto, a competição a disputar na Polónia entre os 23 de maio e 15 de junho pode ter uma influência enorme no percurso de cada jogador.

"Este momento competitivo é de extrema importância, tem um relevo muito grande na nossa carreira e é um momento para cada um nós aproveitar e mostrar o nosso valor ao mundo todo", enalteceu.

No primeiro de sete treinos em Portugal, o selecionador Hélio Sousa contou com apenas 15 atletas no principal relvado da Cidade do Futebol. O defesa Diogo Dalot, Manchester United, junta-se ao grupo ainda esta segunda-feira e os avançados Rafael Leão e Pedro Neto, do Lille e da Lázio, chegam na terça e na quarta-feira, respetivamente.

Os jogadores do Benfica Florentino Luís, Gedson Fernandes e Jota integram os trabalhos mais tarde, apenas quando terminar a I Liga, assim como o guarda-redes do FC Porto, Diogo Costa, que será o último a concentrar-se e já em solo polaco, uma vez que os dragões ainda vão disputar a final da Taça de Portugal, frente ao Sporting, no dia 25.

Portugal, em cujo palmarés figuram os títulos mundiais de sub-20 em 1989 e 1991, estreia-se na Polónia frente à Coreia do Sul, a 25 de maio, seguindo-se os confrontos com a Argentina, no dia 28, e a África do Sul, em 31, todos na cidade de Bielsko-Biala.

Antes da partida para a Polónia, no dia 20, os 21 convocados por Hélio Sousa vão realizar um jogo de preparação diante da Arábia Saudita, no dia 18, pelas 11h00, na Cidade do Futebol.