Fernando Santos: "Nenhuma equipa fica mais forte sem o melhor do Mundo"

.

 foto Leonel de Castro/Global Imagens

O selecionador nacional abordou a ausência de Cristiano Ronaldo deste lote de convocados e destacou a importância de dar ritmo a jogadores menos utilizados, como Renato Sanches.

A Seleção Nacional não contou com o capitão Cristiano Ronaldo para o duplo compromisso com Croácia (1-1) e Itália (vitória por 1-0), uma vez que o jogador pediu dispensa a Fernando Santos para se concentrar na Juventus. Na conferência de imprensa que se seguiu ao duelo desta segunda-feira com a "squadra azzurra", Fernando Santos abordou a ausência do CR7, salientando o rendimento dos jogadores novos que foram chamados.

"Acho que nenhuma equipa fica mais forte sem o melhor do mundo. Ficaremos sempre mais fortes com ele. Não estava, foi uma opção e acho que estes jogadores que foram chamados aproveitaram muito bem a sua chamada, sabendo da confiança que tenho neles. Isso é bom para o futebol português, porque vão crescendo. O futebol português fica mais forte", afirmou o selecionador, dando os exemplos de André Silva, em boa forma no arranque de época ao serviço do Sevilha, e Renato Sanches, pouco utilizado no Bayern.

"O importante é que todos possam competir. Os jogadores com competição têm capacidade de resposta, como o André. O Renato não tem jogado e deu-me muito boas indicações no treino. Isso é muito importante e é bom que todos possam sentir mais confiança", acrescentou Fernando Santos, antes de comentar o novo papel de William no meio campo da equipa das quinas:

"É mais oito do que seis, porque acho que o William pode jogar em qualquer lugar. Há muito tempo que não jogava nesta posição, que fez no início da carreira. Às vezes o posicionamento de corpo ainda não é o mais correto. Queria que ele recebesse a bola para avançar com ela dominada. Sempre que avançar com a bola será um problema para os adversários, porque é um jogador possante", finalizou.