"Fernando Santos não me deu o Trincão, deu-me todos os outros"

"Fernando Santos não me deu o Trincão, deu-me todos os outros"
Frederico Bártolo

Tópicos

Em entrevista a O JOGO e aos outros diários desportivos, o selecionador de sub-21, fala sobre a articulação com a Seleção principal, estabalecendo de forma clara a prioridade.

Rui Jorge foi perentório a priorizar a equipa A na hora de falar sobre a articulação com Fernando Santos. Os sub-21 disputam a partir da próxima semana o campeonato da Europa da categoria e Trincão foi um dos poucos jogadores já internacionais AA que integram a convocatória.

"O Fernando Santos não me deu o Trincão, deu-me todos os outros. Ele pode pegar em todos, portanto, na melhor das hipóteses, deixou-me ficar 23 jogadores. A principal Seleção vem em primeiro lugar. O nosso papel é de apoio", atira, rejeitando pressão pelos sub-17 e sub-19 terem sido campeões da Europa:

"Essa também é a geração que foi aos sub-20 e não passou a primeira fase. Devem sentir-se muito orgulhosos pelo que fizeram nos europeus, mas é passado", afirmou o técnico da equipa das quinas de sub-21, que se prepara para disputar a fase de grupos do Europeu.