Exclusivo Bruno Fernandes disparou após o Campeonato da Europa de 2020

Bruno Fernandes disparou após o Campeonato da Europa de 2020

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Em 17 jogos depois do Euro"2020, marcou mais e fez mais assistências do que nos 33 anteriores.

O primeiro jogo de Portugal no Mundial'2022 ficou marcado por uma segunda parte de loucos, com cinco golos (vitória lusa, por 3-2), e serviu de palco para o génio à solta de Bruno Fernandes. Autor das assistências para os remates certeiros de João Félix e Rafael Leão ante o Gana, que asseguraram os três pontos, o médio do Manchester United foi decisivo, confirmando um percurso em crescendo de Quinas ao peito e de notória influência na manobra atacante da equipa, que se acentuou a partir do Euro'2020. Mas, vamos por partes.

Os números não mentem: o torneio disputado no ano passado foi um ponto de viragem para Bruno ao serviço de Portugal. Nas 50 internacionalizações A que somou desde a estreia, em 2017, o camisola 8 - herdou-a de João Moutinho - marcou 11 golos e deu outros nove a marcar, o que perfaz um total de 20 participações diretas em golo. Porém, mais de metade dessas intervenções (12) foram alcançadas já depois do último Euro, em "apenas" 17 jogos: nesse período, Fernandes anotou sete tentos e fez cinco assistências, contra os quatro golos e quatro ofertas que somou nos 33 encontros anteriores.