Selecionador do Luxemburgo: "Quem controla tudo isto? Talvez comprar-lhes uns óculos..."

Luc Holtz, selecionador do Luxemburgo

 foto Carlos Vidigal Jr / Global Imagens

Declarações de Luc Holtz, selecionador do Luxemburgo, após a goleada sofrida no Estádio Algarve, frente a Portugal, por 5-0, em jogo a contar para a qualificação para o Mundial'2022.

Análise: "É, obviamente, uma deceção para nós. Ao fim de 10 minutos, já estava 2-0. É difícil, porque depois nos restam 80 minutos e Portugal jogou bem, é uma equipa muito forte, de classe mundial. Ajudámo-los um pouco, porque sobretudo no primeiro tempo jogámos "à bolinha", não procurámos a profundidade, tivemos mais a bola nos pés do que no espaço, o que Portugal queria. O resultado é perfeitamente lógico."

Falta no penálti que dá o 1-0 é fora da área? "Reclamámos, porque vimos que o jogador estava fora da área. Pergunto-me para que serve o VAR. Se fecharmos os olhos e dermos o penálti, só porque sim, isso não vai retirar nada à prestação de Portugal. Mas pergunto-me, quem controla tudo isto? Talvez comprar-lhes uns óculos, não sei. Disseram-me que estava na área. É uma decisão humana, mantenho o que disse no início sobre o VAR, são decisões humanas e hoje foi só mais uma."

Velocidades diferentes: "Estou convencido de que, no futebol, a precisão e a velocidade são as duas coisas mais importantes. Hoje vimos uma equipa muito precisa e que corria muito depressa com e sem bola, enquanto nós arrastávamo-nos. Houve uma clara diferença nesse aspeto."