Revista de imprensa: "Portugal dominou", "Ronaldo foi uma sombra do que já foi" e uma "vitória de prestígio"

.

 foto Gonçalo Delgado/Global Imagens

Leia o que diz a imprensa internacional a respeito do Portugal-Espanha (0-1), da última jornada da fase de grupos da Liga das Nações. A Roja seguiu para a final four, Portugal ficou pelo caminho.

Marca: Ronaldo foi uma sombra
Até aos 87" eram tudo críticas e algumas com razão. A entrada de Nico Williams foi o choque de Luis Enrique e ofereceu o golo a Morata. Ronaldo esteve uma sombra do que já foi.

La Gazzetta dello Sport: um lampejo de Morata
Portugal fica fora da fase final do torneio num dos piores jogos da seleção de Luis Enrique, que no final, no entanto, contou com um lampejo de Morata graças à frescura de Nico Williams.

L'Équipe: Portugal dominou
Vencedor da primeira edição da Liga das Nações, Portugal não terá a oportunidade de suceder à França porque quebrou no final de um jogo em que dominou durante muito tempo.

Sport: vitória de prestígio
Quando parecia resignada a um empate sem golos, a Espanha ganhou coragem e agarrou-se no último minuto a uma vitória de extraordinário prestígio, que serve também para ganhar confiança.

Eurosport: Espanha de menos a mais
Os comandados de Luis Enrique foram de menos a mais e melhoraram com as mudanças depois de um primeiro tempo bastante tenso, em que Unai Simón foi muito importante.