Jornal Marca arrasador: "Fernando Santos é um drama para Portugal"

.

 foto EPA

Crónica do jornalista da Marca Miguel Ángel Lara critica duramente Fernando Santos após o Portugal-Espanha (0-1) de terça-feira.

A Espanha venceu Portugal por 1-0, na noite de terça-feira, e carimbou a passagem à final four da Liga das Nações. E no país vizinho, Fernando Santos foi visado pelo jornalista Miguel Ángel Lara, numa crónica em que diz que o selecionador "é um drama para Portugal" e que a Seleção portuguesa "tem mais jogadores do que treinador".

"Gana, esquece Nico; Portugal, esquece Fernando Santos", é o título do texto que intitula "anticrónica". A primeira parte refere-se a Nico Williams, jogador que a seleção do Gana queria nas suas fileiras, mas que vai atuar pela Roja e que ontem assistiu Morata para o golo da vitória, aos 88 minutos.

"[Fernando Santos] Mentiu, uma vez mais, ao dizer que Portugal ia ser uma equipa valente, que ia jogar para ganhar e dominar a Espanha. A Seleção portuguesa tem mais jogadores do que treinador. Um técnico que faz parte da história do país pela sua conquista no Euro'2016, mas que agora é um peso às portas do Mundial. Espanha juntou-se à história negra de Portugal, com a Grécia, a Sérvia... o seu treinador pediu", lê-se no diário desportivo espanhol.

Miguel Ángel Lara dedicou também um parágrafo à atuação de Cristiano Ronaldo: "É uma realidade que o jogador do Manchester United dá mais medo pelo seu nome e pela sua história do que pelo que é agora mesmo. Mas é verdade que a sua lenda é tão grande que de cada vez que a bola se acerca do Cristiano tem-se a sensação que o perigo está perto. Gayà tirou-lhe uma bola de golo que antes era impossível o 7 deixar escapar. Já não é a fera que matava sem piedade, mas ninguém se atreve a dizer que a sua voracidade está esgotada. A última oportunidade de Portugal foi sua."