Vítor Pereira deixa fugir pontos e critica: "Assisti a uma arbitragem das antigas"

Vítor Pereira deixa fugir pontos e critica: "Assisti a uma arbitragem das antigas"
Redação

Declarações após o nulo com o Santos, na ronda 14 do Brasileirão.

O Corinthians, treinado pelo português Vítor Pereira, cedeu um empate 0-0 na receção ao Santos, em jogo da 14.ª jornada, e pode perder terreno para o líder do campeonato brasileiro de futebol, Palmeiras. Após o encontro, o técnico deixou algumas críticas à arbitragem, embora sem pretender alongar-se muito sobre o tema.

"Sinceramente, vão ver-me pela primeira vez a falar da arbitragem. A arbitragem de hoje lembrou-me as de antigamente. As diretrizes atuais são para se ter um jogo corrido, evitar paragens, melhorar o espetáculo. Hoje, infelizmente, assisti a uma arbitragem das antigas, com o jogo sempre parado. Sempre que queríamos pressionar era falta", lamentou.

Em vésperas de receber os argentinos do Boca Juniors, na primeira mão dos oitavos de final da Taça Libertadores, o Corinthians foi incapaz de capitalizar a maior posse de bola diante do rival paulista, num encontro no qual contou com o lateral português Rafael Ramos de início. Com apenas três vitórias nos últimos nove jogos no Brasileirão, a formação comandada por Vítor Pereira mantém-se no segundo lugar, com 26 pontos, a dois do líder Palmeiras (28).

"O Corinthians é feito de homens de luta, homens de trabalho, homens resilientes, homens que sabem sofrer também. Vamos com esse espírito para jogar com o Boca", garantiu.