"Quando vi o Nico no chão apeteceu-me matar Renato Sanches"

"Quando vi o Nico no chão apeteceu-me matar Renato Sanches"

Médio português foi um dos protagonistas de um momento mais quente no Ajax-Lille de terça-feira.

Renato Sanches e André Onana saíram com cartões amarelos de uma discussão mais acesa ainda na primeira parte do encontro que opôs o Ajax ao Lille, na terça-feira, em Amesterdão.

O médio queixou-se de uma entrada dura de Nico Tagliafico, lateral da equipa holandesa, e na reação imediata derrubou o argentino, motivando a intervenção exaltada de Onana, guarda-redes dos "ajaccied". Após o apito final, o internacional camaronês explicou o sucedido e admitiu ter errado.

"O futebol é emoção. Quando vi o Nico a ser atirado ao chão, apeteceu-me matar Renato Sanches, por assim dizer. Por vezes, essas coisas acontecem. Em alguns momentos não pensamos. Admito que cometi um erro", afiançou Onana.

O Ajax venceu o encontro por 3-0.