Presidente da FPF felicita José Morais por mais um título na Coreia do Sul

Presidente da FPF felicita José Morais por mais um título na Coreia do Sul
Redação com Lusa

Tópicos

Técnico português conduziu o Jeonbuk à conquista de mais um título de campeão sul-coreano.

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) felicitou este domingo o treinador José Morais, que se sagrou bicampeão sul-coreano com o Jeonbuk, destacando que o português tem "deixado a sua marca" por onde passa.

"José Morais tem deixado a sua marca, e a do treinador português, na Coreia do Sul mas também nos clubes por onde tem passado ao longo da carreira. Está de parabéns pelo trabalho que tem vindo a realizar e pela forma como eleva ainda mais alto o nome de Portugal e do futebol português", enalteceu Fernando Gomes, citado no sítio oficial da FPF.

José Morais sagrou-se campeão sul-coreano pela segunda vez consecutiva, pelo Jeonbuk, que alcançou o tetracampeonato ao vencer em casa o Daegu, por 2-0, em jogo da última jornada da competição. O "bis" de Cho Kyu-Sung, que marcou aos 27 e 40 minutos, garantiu o triunfo sobre o Daegu e, consequentemente, a revalidação do título ao técnico português.

O Jeonbuk tornou-se na equipa com mais triunfos na competição, ao somar o oitavo título de campeão nacional - mais um do que o Seongnam e mais dois do que o Seoul - e o sexto nos últimos sete anos.

Este foi o terceiro troféu nacional de José Morais, de 55 anos, que, além do campeonato sul-coreano de 2019, já tinha vencido a Liga tunisina em 2008/09, ao serviço do Espérance de Tunis.

José Morais, que coadjuvou José Mourinho no Inter, no Real Madrid e no Chelsea, chegou ao emblema sul-coreano em novembro de 2018, depois de ter deixado os ucranianos do Karpaty Lviv. Antes, comandou Benfica B, Estoril Praia, Académico de Viseu e Santa Clara, contando passagens por clubes de outros nove países (Alemanha, Suécia, Jordânia, Arábia Saudita, Tunísia, Turquia, Grécia, Inglaterra e Ucrânia) e pela seleção do Iémen.