Nélson Semedo volta a ser alvo de cobiça na capital espanhola

Nélson Semedo volta a ser alvo de cobiça na capital espanhola
Redação

Internacional português também esteve nos planos colchoneros no verão de 2019.

Com a contratação a custo zero de Axel Witsel praticamente fechada, o Atlético de Madrid virou as atenções para o corredor direito da defesa e, segundo o jornal Marca, existem duas opções em cima da mesa: Emerson Royal, do Tottenham, e Nélson Semedo, internacional português do Wolves.

Os colchoneros não têm um lateral direito indiscutível para Diego Simeone desde que Kieran Trippier saiu para o Newcastle, da Premier League, em janeiro e, uma vez que Daniel Wass é apenas visto como uma opção de recurso, estão à procura de um nome que agrade ao técnico.

É assim que surgem os nomes de Emerson e Nélson Semedo. É de prever que o lateral brasileiro de 24 anos seja a opção mais dispendiosa, tendo em conta que chegou ao Tottenham no verão passado, proveniente do Barcelona, a troco de 25 milhões de euros e foi utilizado regularmente pelos spurs esta temporada.

Já Semedo volta a estar no radar colchonero, depois de Diego Simeone também ter estado interessado no internacional português no verão de 2019, que antecedeu a sua terceira e última temporada ao serviço do Barcelona.

O lateral de 28 anos, também foi uma opção recorrente para Bruno Lage em 2021/22, mas tem apenas mais um ano de contrato com o Wolves, pelo que não deverá envolver valores tão elevados como Emerson, acrescendo ainda o facto de ser agenciado por Jorge Mendes, que tem uma boa ligação com o Atlético.