"Não tenho problemas com Jorge Jesus, mas também não somos amigos"

"Não tenho problemas com Jorge Jesus, mas também não somos amigos"

Bernardo Silva comentou a relação com o treinador que o rejeitou no Benfica.

Numa entrevista ao DailyMail, Bernardo Silva, avançado do Manchester City, falou sobre a saída do Benfica e da relação com Jorge Jesus, treinador que o orientou no emblema encarnado. O criativo português explica que JJ não o considerava bom o suficiente para jogar nas águias, mas não guarda ressentimento por essa decisão.

"O Jorge Jesus não achava que eu era bom o suficiente para jogar no Benfica e não há problema nisso. Tive de arranjar outra forma de continuar a minha carreira. Não tenho problemas com ele, mas não somos amigos. Quando saí de lá quis provar que estavam errados. Isso deu-me motivação, mas agora já não", começou por dizer.

Bernardo conta também que em Portugal as pessoas reconhecem o seu valor, sublinhando que voltar ao Benfica é um desejo que quer concretizar. "Por aquilo que fiz no Mónaco, no City e na Seleção portuguesa acho que os portugueses reconhecem o meu valor. Quero voltar ao Benfica um dia. Há um vazio por preencher. Eu era uma criança com o sonho de jogar pelo seu clube e foi complicado não conseguir concretizá-lo. Mas tive de tomar decisões e não estou arrependido", explicou.