Luís Castro dá o exemplo do FC Porto: "Só ali geraram 60 e tantos milhões de euros"

Luís Castro dá o exemplo do FC Porto: "Só ali geraram 60 e tantos milhões de euros"
Redação

Luís Castro fala do FC Porto para reforçar a ideia de que o Botafogo, onde agora treina, necessita de melhorar o centro de treinos

Luís Castro, treinador do Botafogo, recordou a longa passagem pelo FC Porto para explicar a importância que deve ser dada ao trabalho na formação e à aposta nas infraestruturas.

"Eu entendo mais uma cobrança de nós não termos Centro de Treinos do que nos perdermos um jogo. Para mim é muito importante o Centro de Treinos. Vivi 10 anos no FC Porto, vivi 10 anos numa organização que tinha de estar alicerçada a um conjunto de infraestruturas, que nós achávamos que eram decisivas. E tornaram-se decisivas. E programas de desenvolvimento dos jogadores dentro dessas infraestruturas tornaram-se decisivas", disse numa extensa entrevista ao Globoesporte, site desportivo do Brasil.

"O Vitinha e o Fábio Vieira foram vendidos, um para o Arsenal e outro para o PSG. São ainda produtos desse programa de desenvolvimento individual dos jogadores que nós fizemos dentro da academia. E foram jogadores que foram vendidos por milhões. Portanto, só ali geraram 60 e tantos milhões de euros para o FC Porto. O modelo do negócio no futebol é claramente o desenvolvimento e aproveitamento, e posteriormente a venda. Contratação, aproveitamento, e posterior a venda. Essa é a máquina do futebol. Esse é o modelo do futebol. Portanto, só com uma grande infraestrutura é que nós podemos ser viáveis", disse ainda.