Lille de Renato Sanches e Fonte goleia e está na liderança da Ligue 1

Lille de Renato Sanches e Fonte goleia e está na liderança da Ligue 1
Redação com Lusa

Tópicos

Dupla de internacionais portugueses foi titular na terceira vitória consecutiva da equipa francesa no principal escalão, prova na qual ainda não perdeu

O Lille goleou, este domingo, por 4-0, um Lens que acabou reduzido a nove unidades, na sétima jornada da Liga francesa, competição que lidera após triunfar no "dérbi do Norte'.

Com o "capitão' José Fonte (saiu aos 82') e Renato Sanches (até aos 76') titulares, e Xeka em campo a partir dos 65, o Lille não teve problemas em vencer e segue sem perder no campeonato, com 17 pontos, mais dois que o Paris Saint-Germain e o Rennes, os mais próximos perseguidores.

O turco Yilmaz, aos 11 minutos, Bamba, aos 47, Ikoné, aos 69, e Yazici, 10 minutos depois, construíram a goleada, perante a formação recém-promovida, que também podia chegar à liderança mas caiu para o quinto lugar, com 13 pontos.

Num jogo de sentido único, Gradit foi expulso, aos 57 minutos, e Michelin também recebeu "ordem de marcha', aos 75, debilitando a resistência do Lens.

Um penálti de Ben Yedder aos 70 minutos salvou da derrota o Mónaco, que contou com Florentino Luís e Gelson Martins no "onze', depois de Mavididi ter adiantado o Montpellier no Principado, aos 51.

Os monegascos somaram o segundo jogo sem perder, seguindo no oitavo lugar, com 11 pontos, os mesmos do Montpellier, que ainda tem Pedro Mendes indisponível.

O Nice, com Rony Lopes em campo até aos 83 minutos, subiu ao quarto lugar, ao vencer em casa do Saint-Étienne por 3-1 - chegando aos 13 pontos -, o mesmo resultado que o Nantes logrou na receção ao Brest, afastando-se dos lugares de descida.

Angers e Metz empataram a uma bola, num dia de "Ligue 1' que abriu com a vitória sofrida do Lyon em casa do Estrasburgo, com Anthony Lopes de volta aos relvados, após teste positivo ao novo coronavírus.

Kadewere marcou primeiro e um "bis' de Toko Ékambi adiantaram a equipa de Rudi Garcia, mas golos de Diallo e Aholou, para a equipa da casa, fizeram o "Lyonnais', nono classificado, sofrer até final.