Jesus voltou ao Brasil, falou do contrato e até de uma redução salarial

Jesus voltou ao Brasil, falou do contrato e até de uma redução salarial

Declarações do treinador português no aeroporto de Lisboa.

Jorge Jesus partiu esta sexta-feira para o Brasil, ainda com a situação contratual com o Flamengo por resolver. O treinador português deixou algumas palavras aos jornalistas sobre o assunto.

"Nós temos compromissos contratuais, ainda temos mais dois meses de contrato e o Flamengo marcou-nos uma data para regressar e temos de o fazer. Não tenho mais nenhum projeto a não ser o compromisso com o Flamengo", declarou.

"Neste momento não tenho nada em mente, tenho de viver o dia a dia, saber o que vai acontecer em função desta epidemia e tomar decisões. Tenho dois meses, até para os dirigentes do Flamengo para decidirem o que é melhor para eles. Sentimos que criámos uma grande equipa. Isso é um dos fatores que me motiva muito mais a continuar e a forma como também tenho sido tratado. Tenho dois meses para decidir a minha vida", acrescentou, questionado depois sobre uma possível redução do salário.

"Neste momento não é isso que está em questão. Não sou diferente dos outros. Isso está a acontecer em todo o mundo, com todos os profissionais de outras áreas. Portanto, comigo também será discutido", defendeu.

"Quando há uma negociação tem de haver um acordo de ambas as partes. Sinto que o Flamengo quer-me muito e isso para mim é determinante, ter um clube que me quer muito. Assim como ter a nação do Flamengo com a mesma ideia, isso será determinante para a minha decisão", prosseguiu.

Sobre o regresso a um país fortemente atingido pela pandemia, Jesus mostrou-se tranquilo. "Não me preocupa, estou mentalizado. Eu e toda a gente no mundo tem de estar mentalizada que enquanto não houver vacina temos de saber conviver com o vírus. Não há volta a dar, quem pensar o contrário se calhar ainda tem de ficar um ano em casa. Portanto, como todos nós temos de viver com este vírus, para mim estar em Portugal ou no Brasil é igual", atirou.