Ivo Campos abandona o comando técnico do Interclube

Ivo Campos abandona o comando técnico do Interclube
Redação com Lusa

Ivo Campos revelou que não aceitou renovar o contrato devido a proposta de redução salarial, e por entender também que o novo projeto apresentado pela direção do clube não correspondeu às suas expectativas.

O Interclube anunciou esta segunda-feira, em comunicado, a saída do treinador português Ivo Campos do comando técnico da equipa, após dois anos de vínculo contratual e que expirou sábado.

Em declarações à agência Lusa, Ivo Campos revelou que não aceitou renovar o contrato devido a proposta de redução salarial, e por entender também que o novo projeto apresentado pela direção do clube não correspondeu às suas expectativas.

Ivo disse que deixa o Interclube extremamente orgulhoso do trabalho desenvolvido, ao longo dos dois últimos anos, como técnico principal.

Apontou o regresso da equipa às competições africanas como uma das metas conseguidas, fruto do sexto lugar, com 44 pontos, alcançado no Girabola, que terminou sábado.

O treinador português disse que vai continuar em Luanda, onde reside com a família - esposa e filha angolanas -, após recusar duas propostas vindas de Portugal, para treinador principal, e uma no Marrocos, como treinador assistente.

Os nomes das equipas não foram revelados.

Tudo acontece numa altura em que o ex selecionador angolano Beto Bianchi, também antigo treinador do Petro de Luanda, é apontado como o sucessor de Ivo Campos no Interclube.