João Mário: "A Premier League vai dar-me mais ferramentas"

João Mário: "A Premier League vai dar-me mais ferramentas"

Criativo português ficou surpreendido com o ritmo elevado e o estilo muito físico do futebol inglês, pelo que espera aprender novas armas para o seu futuro

O médio-ofensivo João Mário trocou recentemente o Inter pelo West Ham, por empréstimo, e os primeiros encontros na Premier League serviram para perceber que o estilo de jogo é muito diferente ao que estava habituado. João Mário espera, assim, adquirir novas armas no futebol inglês para se tornar num jogador mais completo.

"Vou dar o meu melhor no West Ham. É importante para mim mostrar a minha qualidade com esta camisola. Já participei em vários jogos da Premier League e deu para ver que o jogo aqui é muito rápido e físico. É de alta intensidade, o que é bom para mim porque vai-me dar ferramentas que ainda não tenho. Estou contente por estar a jogar a este nível e vou tentar evoluir cada vez que for a jogo", explicou o campeão europeu por Portugal, em declarações aos meios oficiais dos hammers.

O emblema britânico deu destaque ao facto de João Mário ter sido formado na Academia leonina, já que o West Ham também é um dos principais clubes formadores de Inglaterra (formaram Bobby Moore, Geoff Hurst, Martin Peters, Rio Ferdinand e Joe Cole, entre outros). De Alvaladem, recordam, saíram figuras que passaram também pelo West Ham, casos de Futre, Dani, Porfírio, José Fonte e Boa Morte.

"Quando era criança o Cristiano era o meu herói, e quando entrei no Sporting foi quando ele foi para o Manchester United. As fotografias dele estavam por todo o lado na Academia. É a minha principal referência e poder jogar ao seu lado na Seleção é fantástico. Em Portugal temos uma mentalidade atacante, por isso temos tantos jogadores tecnicistas. Por isso temos tantas opções na frente", concluiu o novo camisola 18 dos hammers.