"Evoluí muito com Nuno Espírito Santo e quero assumir o meu lugar", assume Rúben Vinagre

"Evoluí muito com Nuno Espírito Santo e quero assumir o meu lugar", assume Rúben Vinagre

Rúben Vinagre, lateral de 19 anos, joga no Wolverhampton

O futebolista português Rúben Vinagre não tem dúvidas que a sua evolução nos ingleses do Wolverhampton se deve ao treinador e compatriota Nuno Espírito Santo e mostra-se ainda confiante em conseguir ser titular nos recém-promovidos à 'Premier League'.

"Com o tempo as coisas podem acontecer. O míster [Nuno Espírito Santo] tem-me dado muito boas indicações e tem sido espetacular. No ano passado aprendi e evoluí muito com ele. Vai continuar a ajudar-me e pode ser que consiga assumir o meu lugar. É o meu objetivo", começou por dizer o internacional sub-20 português, em declarações à agência Lusa.

Aos 19 anos, o lateral-esquerdo dos 'Wolves', que já foi utilizado por quatro vezes, sente-se realizado pela estreia na liga que considera ser a melhor do Mundo, porém diz que pretende ter "mais oportunidades" e que estas "vão aparecer com o tempo e com trabalho".

Depois de ter sido adquirido a título definitivo pela equipa inglesa juntos do Mónaco, de França, Rúben Vinagre considera que Inglaterra é onde se sente feliz, agradecendo a confiança depositada pelos responsáveis do clube, onde também atuam os compatriotas Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho, Ivan Cavaleiro, Hélder Costa e Diogo Jota.

"Sinto-me como uma aposta lá, tenho tido oportunidades, receberam-me sempre muito bem e compraram-me. O clube tem-se mostrado muito satisfeito com o meu trabalho e Inglaterra é o meu sítio. Estou feliz", revelou.

Quanto aos objetivos dos 'Wolves' para o ano de regresso à principal divisão, o lateral acredita que "podem fazer algo engraçado", mas conseguir a permanência é o mais importante.

"Temos uma equipa muito forte, há muita magia portuguesa e acho que podemos fazer algo engraçado. Esse é o objetivo. Queremos manter-nos na primeira liga e fazer o melhor que conseguirmos. É uma liga difícil e nós queremos dar o melhor este ano ao Wolverhampton", expressou.

A finalizar falou ainda do sonho que quer cumprir, o de atingir a seleção A: "Aos 19 anos posso dizer que já estou a cumprir um sonho [de jogar na Premier League], mas ainda há muita coisa para realizar. Claro que temos esse sonho [da seleção], é um objetivo e um dia quem sabe. Vou continuar a trabalhar".