André Gomes admite: "Não me sinto bem em campo, tornou-se num inferno"

André Gomes admite: "Não me sinto bem em campo, tornou-se num inferno"

Médio português não vive tempos felizes em Barcelona.

Assobiado pelos adeptos cada vez que toca na bola, André Gomes não vive tempos felizes em Barcelona. Em entrevista à revista Panenka, o médio português confessou não se sentir bem em campo face às críticas da imprensa e dos adeptos.

"Não me sinto bem em campo, não estou a desfrutar. Os primeiros seis meses [em Barcelona] correram bem, mas depois as coisas mudaram. Talvez a palavra não seja a mais correta, mas tornou-se um pouco num inferno, porque comecei a ter mais pressão. Com a pressão convivo bem, não convivo bem é com a pressão em mim mesmo", começou por dizer o internacional português.

Abordando a confiança mostrada por Luis Enrique e Ernesto Valverde, que continuam a apostar no médio, André Gomes refere que a falta de confiança também é visível nos treinos. "Até nos treinos se nota. Aí sabes que estás a sofrer. Talvez tenha jogado no dia anterior ou dois dias antes e ainda tenho aquela imagem do jogo, que não me permite seguir em frente. Nos treinos sinto-me bem com os meus colegas, mas a sensação que tenho nos jogos é má", confessou.

"Já me aconteceu, em mais do que uma ocasião, não querer sair de casa, porque as pessoas podem olhar-me de lado. Ter medo de sair de casa por sentir vergonha... Incomoda-me que me digam que consigo fazer as coisas bem, porque me pergunto a mim mesmo: 'então porque não as faço?'", questionou.