Francisco Chaló deve deixar o Paradou

Francisco Chaló deve deixar o Paradou

Final de época cancelado na Argélia ao fim de cinco meses

Francisco Chaló não deve continuar no Paradou, da I Liga da Argélia. Cinco meses depois do último jogo, Governo e Federação da Argélia entenderam não estarem reunidas as condições para o regresso ao futebol face à pandemia da covid-19.

Com o cancelamento de todas as competições, o Paradou ficou em décimo lugar no campeonato e o treinador português perdeu a possibilidade de voltar a fazer história naquele país africano: o Paradou estava perto de uma presença inédita na meia-final da Taça após ter ganho por 4-1 na 1.ª mão dos quartos-de-final.

Com o contrato terminado em junho, dificilmente Francisco Chaló deve manter-se porque não deve estar para breve o início da temporada 2020/21 na Argélia. O treinador português, que se encontra no nosso país desde março, estuda agora alternativas para a sua carreira, depois de ter vivido a primeira experiência no estrangeiro.

Na época passada, Chaló levou o Paradou a um histórico terceiro lugar e no arranque de 2019/20 esteve em grande na Taça das Confederações da CAF ao chegar à fase de grupos, batendo algumas das mais poderosas equipas africanas.