"Fizeram um excelente trabalho ao investigar o meu caso de amor com o Benfica"

"Fizeram um excelente trabalho ao investigar o meu caso de amor com o Benfica"
António Pires

Tópicos

Tiago Pinto, novo diretor desportivo dos romanos, foi apresentado, depois de ter cumprido um período de isolamento devido a um testo positivo para covi-19. Admite que não foi fácil encerrar história de amor com o Benfica.

Um dia depois de assistir ao primeiro treino da Roma, orientada pelo compatriota Paulo Fonseca, Tiago Pinto, o novo diretor geral dos giallorossi foi apresentado à imprensa italiana, com a qual falou em português, explicando: "Gostaria de responder em italiano mas ainda estou a estudar a língua. Vou falar em português para ser mais claro."

Ultrapassado um período de isolamento devido ao teste positivo para a covid-19, o antigo responsável pelo futebol do Benfica assumiu: "Estou feliz por estar aqui e muito motivado para este projeto. Confesso que os primeiros dias não foram fáceis porque fui obrigado a trabalhar de casa: uma coisa é trabalhar por telefone e videochamadas, outra é trabalhar no local. Felizmente, estou presente no centro de Trigoria desde ontem, em contacto estreito com todos. As primeiras sensações só podem ser positivas.

Questionado sobre o porquê de trocar o Benfica pela Roma, Tiago Pinto explicou como tudo sucedeu. "Os jornalistas italianos fizeram um excelente trabalho ao investigar o meu caso de amor com o Benfica. A decisão de deixar o clube não foi fácil. O que me convenceu foram as conversas que tive com Dan Friedkin [dono do clube] que explicou o seu projecto e o que pretendem construir. Conversas que me motivaram e fizeram-me compreender que é importante transformar as suas ideias em realidade e fazer da Roma uma equipa mais competitiva e capaz de conquistar títulos."

Quanto a objetivos, o novo dirigente dos romanos lembra: "Este projeto é de médio e longo prazo. A sustentabilidade é essencial para ganhar no futuro, ninguém no futebol consegue traçar um tempo para ganhar. A nossa ambição é muito grande, mas também deve ser diária: a equipa, o treinador, os jogadores, todos têm de fazer melhor do que no dia anterior. As atuações têm de ser cada vez melhores de jogo para jogo. Se conseguirmos fazer isso os resultados e os títulos vão chegar. É importante entender que a sustentabilidade é essencial para ganhar no futuro e de forma consistente e regular ao longo do tempo."

"Faremos o que estiver ao nosso alcance para renovar com Pellegrini"

Tiago Pinto revelou, entre risos, que com Paulo Fonseca "não tem o problema da língua", explicando que trabalha diariamente para encontrar as "melhores soluções". Um caso que preocupa os adeptos é o de Lorenzo Pellegrini, médio de 24 cujo contrato terminar em 2022. "Sou uma pessoa transparente. Ele encarna o nosso projeto: jovem, talentoso e profundamente ligado a Roma. Em breve faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para alcançar esta renovação."