André Silva e Cavani numa "dança" de goleadores apontada ao mercado de verão

André Silva e Cavani numa "dança" de goleadores apontada ao mercado de verão

Imprensa britânica coloca o português na rota do Manchester United.

A época de André Silva no Eintracht Frankfurt tem superado expectativas e o avançado português é, por esta altura, o segundo melhor marcador do campeonato alemão, superando, a título de exemplo, Erling Haaland. À sua frente, surge apenas o "inevitável" Robert Lewandowski, do Bayern, com o ex-FC Porto a contar nada menos do que 18 golos.

Como tal, os holofotes viram-se para o internacional luso, de 25 anos e, segundo o tabloide britânico The Sun, o Manchester United está de olho na evolução de André. Aliás, a publicação adianta mesmo que os "red devils" poderão dispor da oportunidade de contratar o ponta de lança no próximo verão, a troco de uma verba a rondar os 35 milhões de euros.

A intenção do Eintracht, clube detentor do passe de André Silva, passaria por garantir um encaixe que permita avançar para a compra de Luka Jovic, sérvio que está no clube a título de empréstimo do Real Madrid. Contudo, há outro fator decisivo nestas contas: o futuro de Edinson Cavani.

O The Sun refere que a hipótese de André Silva rumar ao United só se colocará caso o uruguaio não renove contrato - o atual termina no final da época, mas tem a opção de renovar por mais um ano -, situação que permanece envolta em dúvidas: Solskjaer está plenamente satisfeito com o rendimento de Cavani, mas os recentes problemas físicos podem colocar travão à sua permanência em Old Trafford.

Seria aí que entraria em cena o nome de André Silva, num processo que, acrescenta o jornal inglês, terá dedo de Jorge Mendes. O goleador formado no FC Porto leva 19 golos apontados em 22 jogos oficias na presente época, em todas as provas, e está a dois tentos do melhor registo da carreira, alcançado em 2016/17: aí, foram 21 golos em 44 jogos pelos dragões.