André Silva da porta de saída ao onze do Milan: a explicação do treinador

André Silva da porta de saída ao onze do Milan: a explicação do treinador

Marco Giampaolo deu uma titularidade surpreendente ao atacante português ante o Brescia. Rossoneri estreiam-se a vencer.

André Silva foi a grande surpresa de Marco Giampaolo no onze do AC Milan para a receção ao Brescia. Insistentemente apontado à saída, o dianteiro português foi a referência ofensiva da equipa, que ganhou pela primeira vez no campeonato ao superar o Brescia por 1-0. Çalhanoglu (12"), adiantou os rossoneri e afastou alguma da desconfiança depois do desaire em Udine, por 1-0, na primeira jornada da Serie A.

André Silva, ainda antes do intervalo, teve uma chance soberana para ampliar, mas atirou de pé direito por cima, quando estava na cara do guardião Joronen, e o técnico Marco Giampaolo elogiou-o: "Achava que para este jogo era preciso um jogador que ligasse melhor o ataque e o meio-campo. E foi útil."

André saiu aos 60" para entrar Piatek, avançado que, com Lucas Paquetá, criou as melhores oportunidades, mas sem sucesso.