André Silva apanhado pela indefinição no Milan, mas preço de saída está fixado

André Silva apanhado pela indefinição no Milan, mas preço de saída está fixado

Ainda sem treinador oficial, os rossoneri não consideram indispensável o avançado luso

A indefinição no Milan apanha, por tabela, André Silva, cujo futuro parece estar mais perto da porta da saída do que de uma nova aposta na equipa.

Segundo "La Gazzetta dello Sport", o emblema rossonero desvalorizou o preço do internacional português, fixando em 30 milhões de euros a verba para despertar o interesse de outros clubes. Isso embora ainda não tenha oficializado a contratação do substituto de Gennaro Gattuso para o comando técnico, por estar a aguardar a desvinculação de Marco Giampaolo da Sampdória. E, naturalmente, será o treinador a tomar a decisão final sobre a continuidade do internacional luso.

Contratado em 2017 ao FC Porto por 38 milhões de euros, André Silva alinhou em 40 jogos e marcou dez golos, acabando como o segundo melhor artilheiro da equipa, apenas suplantado por Cutrone (fez 18).

Ainda assim, os rossoneri não ficaram agradados e na última época cederam-no ao Sevilha, onde fez 11 golos em 40 encontros. Porém, o último foi em janeiro e esse facto, por culpa de uma lesão num joelho, levou os andaluzes a não acionarem a cláusula de compra acertada com o Milan. Agora, o clube espera, com a redução de preço, que André Silva saia e amortize a despesa na sua contratação.