"A minha lesão foi muito traumática"

"A minha lesão foi muito traumática"

André Gomes lembra a lesão que sofreu em novembro e os momentos difíceis da recuperação

André Gomes sofreu, em novembro de 2019, uma grave lesão - deslocação na tibiotársica - num lance com Heung-Min Son, do Tottenham, e que o afastou dos relvados durante quatro meses.

Em entrevista à Sky Sports, o médio do Everton explicou os dias difíceis que viveu durante a recuperação.

"A minha lesão foi muito traumática. Precisei de tempo para perceber o que aconteceu quando me queria motivar a trabalhar mais na recuperação. Foi importante ter pessoas à minha volta a responder às minhas questões", começou por referir o jogador de 26 anos.

"Não podia fazer mais nada do que descansar. Acumulei algum stress nos primeiros dois ou três dias, mas tirei algum tempo para mim, para pensar no que aconteceu e em como seguir em frente. Foram passos curtos, mas tudo foi mais fácil com as pessoas que me rodearam", lembrou ainda.

André Gomes regressou, no final de Fevereiro, aos relvados no encontro com o Arsenal (o Everten perdeu por 3-2), um encontro que antecedeu o seu regresso ao Godison Park, local onde sofreu a lesão. O jogador relembrou o regresso ao ativo.

"Tinha saudades dos meus companheiros. De estar com eles no hotel, a relaxar e daquela atmosfera toda antes de um jogo. Toda a gente foi incrível comigo, desde a equipa técnica, aos jogadores, toda a gente do clube e os adeptos", recordou.