"Vi Jesus Cristo depois de beber 18 caipirinhas e 14 cervejas"

"Vi Jesus Cristo depois de beber 18 caipirinhas e 14 cervejas"

Uma viagem ao inferno do lateral brasileiro que na Europa chegou a representar Real Madrid e Roma

Cicinho foi entrevistado pela estação de televisão ESPN Brasil e acabou a revelar os graves problemas que teve com o álcool. Nesta entrevista o atual jogador do Sivaspor, da Turquia, explica que o alcoolismo foi o refúgio que encontrou quando tudo o resto lhe corria mal. "Quanto pior as coisas estavam, mais bebia. Não era capaz de beber um copo ou dois, tinha de beber até cair".
Na parte da entrevista que a ESPN já revelou, o futebolista brasileiro, de 36 anos, conta um episódio em particular. "Vi Jesus Cristo depois de beber 18 caipirinhas e 14 cervejas".