UEFA altera formatos das qualificações para Europeu e Mundial

UEFA altera formatos das qualificações para Europeu e Mundial

UEFA altera formato também da Liga das Nações. Nenhuma mudança foi proposta para a fase final do Europeu, que ainda contará com 24 seleções.

Os novos formatos para as competições de seleções masculinas, que vão entrar em vigor em setembro de 2024, foram aprovados, anunciou a UEFA, depois da reunião do Comité Executivo do organismo, em Nyon, na Suíça.

O objetivo das alterações na Liga das Nações e nas qualificações para os campeonatos europeus e mundiais é "oferecer competições mais atraentes e emocionantes dentro das datas existentes, bem como fortalecer os recursos das federações nacionais e garantir uma recuperação estável do impacto da pandemia", lê-se no sítio de internet da UEFA.

A Liga das Nações será expandida com uma nova fase a eliminar a ser disputada em março, criando assim continuidade entre a fase de grupos, que termina em novembro, e a fase final disputada em junho.

Os vencedores e segundos classificados dos grupos da Liga A participarão nos quartos de final, com jogos em casa e fora, sendo que os vencedores dessas eliminatórias apuram-se para a Final Four (Fase Final).

O terceiro classificado da Liga A e o segundo da Liga B, bem como o terceiro classificado da Liga B e o segundo da Liga C disputam um 'play-off' de promoção/despromoção em casa e fora.

Segundo a UEFA, a expansão desta prova para a janela do calendário internacional de jogos de março vai abranger apenas um determinado número seleções e as restantes já estarão disponíveis para iniciar a qualificação europeia.

Já o novo formato da qualificação europeia para os Europeus ou para os Mundiais da FIFA será mais consolidado, com as equipas a serem sorteadas em 12 grupos de quatro e cinco equipas, "revitalizando assim a competição e tornando-a menos previsível e mais dinâmica", assinalou a UEFA.

Com os tradicionais jogos em casa e fora e os princípios de 'todos jogam contra todos' mantidos, este formato simples "oferecerá grupos mais competitivos em todos os níveis", acrescentou.

As equipas sorteadas em grupos de cinco começam os jogos de qualificação em março ou junho, se ainda estiverem a competir nos quartos de final da Liga das Nações ou em jogos de promoção/despromoção da mesma prova.

As equipas sorteadas em grupos de quatro começam as respetivas campanhas em setembro.

"Os vencedores dos grupos da Qualificação Europeia qualificar-se-ão diretamente para o Europeu ou para o Campeonato do Mundo da FIFA, enquanto os segundos classificados qualificar-se-ão diretamente ou participarão no play-off (juntamente com as equipas da Liga das Nações para a qualificação para o Europeu)", refere.

Nenhuma mudança foi proposta para a fase final do Europeu, que ainda contará com 24 seleções.

Segundo a entidade liderada por Aleksander Ceferin, estas mudanças, que vão ser implementadas após o Euro'2024, resultam em "jogos mais atrativos sem qualquer aumento no número total de jogos".

"A introdução da Liga das Nações da UEFA foi um sucesso, substituindo jogos amigáveis por encontros mais competitivos. Agora, com a introdução da nova fase eliminatória, as equipas terão ainda mais oportunidades de evoluir, mantendo o mesmo número de jogos dentro do Calendário Internacional de Jogos", vincou o presidente da UEFA.

De acordo com o dirigente, "a previsibilidade da qualificação europeia também foi abordada e tratada, com um novo formato que oferecerá a todas as equipas uma hipótese igual de se apurar para os principais torneios. O novo formato promete trazer mais emoção às competições de seleções de futebol da Europa, que continuam a crescer cada vez mais".

Na reunião de hoje, o Comité Executivo também decidiu nomear a Federação Eslovaca de Futebol (SFZ) para acolher a fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 de 2025, com 16 equipas. Os jogos serão disputados em oito locais, em oito cidades diferentes em todo o país, no verão de 2025.

Paralelamente, seguindo a evolução da pandemia de covid-19 e os atuais desenvolvimentos gerais em toda a Europa, incluindo a eliminação de medidas anteriores em vigor na maioria das competições nacionais, o Comité Executivo da UEFA decidiu descontinuar a aplicação do Protocolo da UEFA Return to Play.

"Em linha com a abolição do Protocolo, foi ainda decidido não continuar a introduzir os Anexos relevantes relacionados com regras especiais aplicáveis devido à covid-19, que foram incluídos nos regulamentos de competições da UEFA, uma vez que essas regras estavam ligadas à aplicação do protocolo", sublinhou a UEFA.

Ainda assim, o organismo garantiu que vai continuar "a acompanhar de perto a evolução da pandemia e, em caso de alteração significativa das circunstâncias, proporá as medidas adequadas para garantir a segurança de todos os interessados e o bom desenrolar das suas competições, incluindo, se necessário, voltar a implementar quaisquer obrigações relevantes e medidas sanitárias".

Foram ainda aprovados regulamentos do Campeonato da Europa de sub-21 2023-25 e os regulamentos do Campeonato da Europa feminino de 2023-25.

A próxima reunião do Comité Executivo da UEFA está agendada para 04 de abril de 2023, um dia antes do 47.º Congresso Ordinário da UEFA, em Lisboa.