Tsimikas foi herói nas grandes penalidades e o Liverpool conquista a Taça de Inglaterra

Tsimikas foi herói nas grandes penalidades e o Liverpool conquista a Taça de Inglaterra
Redação

Após nulo no tempo regulamentar e no prolongamento, foi o grego que decidiu a conquista diante do Chelsea

O Liverpool venceu este sábado a Taça de Inglaterra, após sair vencedor do desempate por grandes penalidades (6-5) diante do Chelsea, depois de o nulo se manter nos 120 minutos, com Tsimikas a vestir a capa de herói e a marcar o penálti decisivo.

Wembley assistiu a uma final digna do troféu em jogo, com ambas as formações a praticarem um futebol ofensivo e de alto ritmo, principalmente o Liverpool, que atuou com Luis Díaz a titular, um dos grandes agitadores do ataque red, e com Diogo Jota a entrar aos 33, rendendo Salah, que saiu lesionado.

O tempo regulamentar foi marcado por um elevado ascendente da equipa de Jurgen Klopp, que foi somando inúmeras oportunidades para inaugurar o marcador, mas a pontaria não estava afinada, que o digam Díaz e Robertson que, em dois lances seguidos, atiraram ambos ao poste.

No entanto, desengane-se quem pense que o Chelsea adotou uma postura totalmente retraída. Muito bem organizados defensivamente, os blues ameaçaram o golo em várias ocasiões, principalmente através de Pulisic e Marcos Alonso.

Seguindo-se um prolongamento em que o ritmo baixou consideravelmente, o vencedor da Taça foi conhecido no desempate a partir da marca dos 11 metros.

Após 11 tentativas, em que somente Azpilicueta, Sadio Mané e Mason Mount não conseguiram abanar as redes adversárias, foi o lateral grego Tsimikas, que levou os adeptos red ao delírio, selando a conquista do segundo troféu da época para Anfield, após a Taça da Liga inglesa.