Transferências: Portugal é quem mais fatura

Transferências: Portugal é quem mais fatura

Segundo os dados revelados por um relatório da FIFA, desde 1 de junho, os clubes portugueses já encaixaram 230 milhões de euros em vendas

A liga portuguesa lidera o ranking das receitas obtidas com transferências [para o exterior] de jogadores, segundo o relatório intermédio de verão da FIFA, com base nos dados do Transfer Matching System (TMS), o sistema de monitorização e controlo de transações de jogadores a nível global.

De acordo com os dados ontem divulgados e desde que abriu a 1 de junho a atual janela de transferências, os clubes portugueses faturam 230 milhões de euros em vendas para o estrangeiro, mais que as ligas francesa (180 milhões de euros), espanhola (120 milhões), alemã (120) e holandesa (100) que completam o top-5. Para o excelente resultado dos clubes portugueses, destacam-se as duas principais vendas do FC Porto neste período: Danilo e Jackson Martínez. O lateral foi para o Real Madrid por 31,5 milhões de euros e o avançado foi para o Atlético de Madrid por 35 milhões de euros. O Benfica foi o segundo clube que mais faturou, destacando-se as transferências de Ivan Cavaleiro e João Cancelo, ambos por 15 milhões de euros para o Mónaco e Valência, respetivamente, além de Lima (Meuro 7). Mas, também o Braga deu um contributo importante, com vendas como as de Danilo (Valência), Éder (Swansea) ou Zé Luís (Spartak), enquanto no Sporting até ao momento a venda mais importante foi a de Cédric para o Southampton, por 6,5 milhões.

[destaque:4709871]

No que diz respeito a contratações do estrangeiro, Portugal ocupa apenas o oitavo lugar do ranking, com 30 milhões de euros gastos em transferências. Nesta particular, é a Premier League inglesa que lidera destacada com 375 milhões de euros gastos em aquisições, mais do dobro que os clubes da liga espanhola que já gastaram 176 milhões de euros.