Torres não está, afinal, de regresso aos relvados: antigo avançado desvenda mistério

Torres não está, afinal, de regresso aos relvados: antigo avançado desvenda mistério
Redação

Uma publicação do espanhol sugeriu que estaria de volta aos relvados, mas tal não se confirma.

Fernando Torres anunciou esta semana nas redes sociais que iria voltar a jogar, lançando a curiosidade de imprensa e dos adeptos sobre o clube que irá representar. Pura ilusão. O antigo avançado espanhol desvendou esta sexta-feira o mistério, também nas redes sociais, revelando que, afinal, tudo não passou de uma jogada de marketing.

Torres partilhou um vídeo no qual anuncia que é o novo rosto de "Juguettos", uma reconhecida loja de brinquedos em Espanha.

"Que bom todo o vosso apoio e carinho. Hoje, Dia Internacional do Brincar, volto a fazer o que mais gosta qualquer criança. E faço-o com a minha família e amigos. Nunca deixem de jogar", afirmou.

Entre 2000 e 2019, Fernando Torres atuou ao serviço de Atlético de Madrid (Espanha), Liverpool e Chelsea (Inglaterra), Milan (Itália) e Sagan Tosu, clube japonês pelo qual pôs, há dois anos, um ponto final da carreira. Tinha, então, 37 anos de idade.

Num total de 878 jogos disputados, entre clubes e seleção nacional, marcou um total de 301 golos. No currículo, exibe uma dezena de troféus conquistados.

Fernando Torres coroou-se campeão europeu por Espanha (2008 e 2012) e pelo Chelsea (2012), além de se ter sagrado campeão do Mundo com a 'roja' (2010). Venceu ainda a Liga Europa em 2013 (Chelsea) e em 2018 (Atlético de Madrid).