Tentativa de invasão interrompeu o jogo entre Bordéus e Nimes

Tentativa de invasão interrompeu o jogo entre Bordéus e Nimes

Adeptos do Bordéus entoaram cânticos a exigir a demissão do presidente Frédéric Longuépée

O jogo Bordéus-Nimes teve de parar logo aos 11 minutos devido a uma tentativa de invasão dos adeptos, muitos ligados à claque Ultramarines. Dezenas de apoiantes do Bordéus chegaram a pisar o relvado durante alguns minutos, ao mesmo tempo que entoavam cânticos a exigir a demissão de Frédéric Longuépée, o presidente do clube, pelo que a partida foi interrompida de imediato pelo árbitro.

Os adeptos exibiram ainda uma tarja a contestar a presidência de Longuépée e a King Street, maior acionista do emblema francês. "Contra a King Street e os seus dois fantoches Longuépée e Thiodet [braço direito do presidente]", podia ler-se.

Os jogadores das duas equipas foram instruídos no sentido de recolherem aos balneários, por questões de segurança, e a partida só foi retomada meia hora depois, quando os adeptos foram, por fim, controlados nas bancadas por seguranças e forças policiais.