Símbolo da baliza paraguaia quer ser Presidente da República

Símbolo da baliza paraguaia quer ser Presidente da República
Redação

Chilavert anunciou que vai concorrer à eleição em 2023

José Luís Chilavert, icónico ex-guarda-redes, anunciou no "Twitter" que vai candidatar-se à presidência do Paraguai, uma ideia que já tinha avançado como possível em julho.

O histórico guardião, com 74 jogos realizados pela seleção, colocou uma foto a informar que está na corrida política para o sufrágio a acontecer em 2023, anunciando como mote de campanha ser "um orgulhoso paraguaio" para o cargo atualmente ocupado por Mario Abdo Benítez.

Conhecido pelo que defendia e pelos golos que também marcava, Chilavert, de 55 anos, foi recentemente acusado de calúnia e difamação por ter criticado veementemente a Commebol.

Casos de ex-jogadores de futebol na política não faltam. Os mais conhecidos são George Weah, que é atual presidente na Libéria, e Romário, que é senador no Rio de Janeiro, no Brqsil.