Selecionador belga discorda da realização de Mundiais bienais: "Não é positivo"

Selecionador belga discorda da realização de Mundiais bienais: "Não é positivo"
Redação

Roberto Martínez pronunciou-se sobre o tema.

Roberto Martínez, selecionador da Bélgica, opôs-se publicamente à ideia da FIFA em realizar os Campeonatos do Mundo de dois em dois anos, considerando que essa periodicidade iria "desvalorizar" o estatuto da competição intercontinental.

"Ter um Mundial de dois em dois anos não é algo que seja positivo. O futebol vê o Mundial como ele é, porque acontece de quatro em quatro anos. É ele que estabelece os padrões. Se, de repente, tivermos jogadores que possam jogar em oito ou nove Mundiais, isso desvalorizaria muito", afirmou o técnico espanhol, em conferência Imprensa de antevisão à fase final da atual edição da Liga das Nações.

Roberto Martínez, que lidera a seleção primeira classificado do ranking da FIFA, assumiu, não obstante a oposição à ocorrência do Mundial de dois em dois anos, que o quadro competitivo do "futebol internacional precisa de ser revisto" futuramente.

A posição do selecionador belga teve eco, entretanto, na própria federação do país europeu. "O Campeonato do Mundo exige um caráter único, de quatro em quatro anos. O troféu deve continuar a ser um bem escasso", afirmou o CEO da KBVB, Peter Bossaert.

O projeto de modificação da FIFA, que tem sido badalado favoravelmente pelo diretor de desenvolvimento e antigo treinador Arsène Wenger, reúne o apoio, além da Arábia Saudita, de federações estabelecidas em África e na Ásia, mas não consenso global.

Por exemplo, além da UEFA e das próprias instituições portuguesas (Federação, Liga, Sindicato de Jogadores e associações de treinadores e árbitros), a CONMEBOL assumiu-se contra a realização de Mundiais com um intervalo de tempo de dois anos.

Para poder tomar uma posição eventualmente definitiva, o organismo presidido por Gianni Infantino consultou, oficialmente em 30 de setembro, "num debate aberto e construtivo" a opinião das federações membro sobre a contestada ideia.