Seleção dos Países Baixos já tem sucessor para Frank de Boer

Seleção dos Países Baixos já tem sucessor para Frank de Boer
Redação com Lusa

Van Gaal está de regresso ao cargo que desempenhou anteriormente em duas ocasiões.

O treinador Louis van Gaal, que estava fora do ativo desde 2016, vai assumir pela terceira vez o comando da seleção dos Países Baixos, substituindo no cargo Frank de Boer, anunciou esta quarta-feira a Federação Holandesa de Futebol (KNVB).

O experiente técnico holandês, que está prestes a completar 70 anos, assinou um contrato de ano e meio com a federação, ou seja, até ao próximo Campeonato do Mundo, que se vai realizar no Qatar, entre 21 de novembro e 18 de dezembro de 2022.

"Sempre senti uma grande ligação e paixão ao futebol holandês e o cargo de selecionador nacional é uma posição fundamental para a evolução do nosso futebol. É uma honra treinar a seleção holandesa. O objetivo passa por nos qualificarmos para o Mundial e estou desejoso de o alcançar", afirmou Van Gaal, em declarações reproduzidas no site oficial da KNVB.

Louis van Gaal, que estava sem treinar há cinco anos, desde que abandonou o comando dos ingleses do Manchester United, vai liderar a seleção "laranja" pela terceira vez na carreira, depois de passagens entre 2000 e 2002, e entre 2012 e 2014, sendo que nesta última conduziu os Países Baixos ao terceiro lugar do Mundial2014.

O técnico celebrizou-se ao serviço do Ajax, entre 1991 e 1997, tendo posteriormente treinado Barcelona (1997 a 2000 e em 2002/03), AZ Alkmaar (2005 a 2009), Bayern Munique (entre 2009 e 2010) e Manchester United (2014 a 2016).

Van Gaal, que conquistou vários troféus ao longo da carreira, entre os quais uma Taça UEFA (1992) e uma Liga dos Campeões (1994), ambos pelo Ajax, vai substituir um seu ex-"pupilo" no emblema de Amesterdão e no FC Barcelona, Frank de Boer, que durou pouco mais de nove meses à frente da seleção dos Países Baixos, saindo após a eliminação nos oitavos de final do Euro2020.

A estreia de Van Gaal à frente da seleção holandesa está agendada para 01 de setembro, no duelo com a Noruega, a contar para o Grupo G de qualificação para o Mundial2022, no qual o conjunto "laranja" divide o segundo lugar com Montenegro e com os noruegueses, todos com seis pontos em três jogos, atrás da líder Turquia, que soma sete pontos.