"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"
Francisco Sebe

Fiel ao seu estilo descomplexado, Gary Lineker avalia a evolução do futebol e olha para Liverpool e Manchester City como exemplos.

Gary Lineker teve uma carreira memorável. O antigo ponta de lança, agora apresentador da BBC, foi internacional inglês em 80 ocasiões e passou por clubes como Leicester, Tottenham e Barcelona, entre outros, marcando golos por todo o mundo.

Agora mais dedicado ao papel da análise, Lineker estabelece comparações entre o futebol do seu tempo e o moderno. Liverpool e Manchester City são apontados como exemplos.

"Guardiola ou Klopp? É uma excelente questão. Às vezes penso em Klopp, outras vezes penso em Guardiola. Os dois melhoram muito os jogadores, mas acho que eu seria mais adequado ao City. No Liverpool, os três da frente recuam para o meio-campo e esse não é o meu ponto forte. Marcaria muitos golos no City, assim ao estilo de Aguero. Mas também seria capaz de me adaptar ao Liverpool. Pensava sempre que segurar a bola era difícil, mas lembro-me dos relvados em que jogavam, que eram uma merda. É uma das coisas que me dá inveja, hoje em dia. Os relvados parecem mesas de bilhar", atirou o ex-internacional inglês, prosseguindo com a comparação:

"O Liverpool e o City são, inquestionavelmente, duas das melhores equipas que já vi. Os números de ambas numa liga competitiva dizem isso mesmo. O jogo evolui e, se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados. Mas, se tivéssemos tempo para nos adaptarmos, os melhores jogadores da altura poderiam ser os melhores agora", acrescentou.