"Se a Juventus ainda fizer parte da Superliga, não poderá participar na Serie A"

"Se a Juventus ainda fizer parte da Superliga, não poderá participar na Serie A"
Redação

Presidente da Federação italiana (FIGC) cumprirá as regras estabelecidas pela UEFA.

Continua a polémica a envolver a Superliga Europeia. O presidente da Federação italiana (FIGC), Gabriele Gravina, afirmou que a Juventus poderá ficar fora da Serie A na próxima temporada, caso continue a não renunciar à Superliga Europeia. De recordar que a Vecchia Signora foi um dos três clubes fundadores da nova competição a não assinar o compromisso de honra com a UEFA.

"As regras são claras: se no momento da inscrição para o próximo campeonato a Juventus ainda fizer parte da Superliga, não poderá participar na Serie A. Seria uma pena para os adeptos, mas regras são regras: aplicam-se a todos, começou por dizer Gravina à Rádio Rai.

"Espero que esta polémica seja resolvida o mais rapidamente possível. Estamos todos estamos cansados ​​deste braço de ferro entre estes três clubes [Juventus, Barcelona e Real Madrid] e a UEFA. Espero, muito em breve, poder servir como mediador entre Juventus e a UEFA, porque isto não é bom para o futebol internacional, para o futebol italiano nem para a Juventus", concluiu.