Saída de Origi do Liverpool está confirmada: "Será uma lenda do clube"

Saída de Origi do Liverpool está confirmada: "Será uma lenda do clube"
Redação

Avançado belga, longe de ser uma das peças-chave dos reds, teve uma média de 25 jogos por época. Momento individual mais alto ocorreu na final da Liga dos Campeões 2018/19

A ligação de sete anos de Divock Origi, uma espécie de amuleto de Jurgen Klopp, ao Liverpool vai chegar ao fim neste mês. A saída do avançado internacional belga foi confirmada, à Imprensa, pelo treinador alemão, que o eternizou na história red.

"Espero que o Div tenha uma despedida especial. Para mim, será sempre uma lenda do Liverpool. Soa estranho com a quantidade de jogos que ele fez, mas foi uma alegria trabalhar com ele", afirmou Klopp, antevendo um futuro de sucesso. "Ele é um dos jogadores mais importantes que eu tive. Para onde quer que ele vá, ele vai ser bem-sucedido a 100 por cento", juntou o técnico, em conferência de antevisão ao jogo com o Wolves, no fecho da Premier League, que pode valer outro título britânico.

Chegado ao Liverpool em 2015, oriundo do Lille, Origi - um "jogador e uma pessoa excelente" - teve uma média de 25 jogos por época (175 no total), não sendo um titular indiscutível, pelo que, em 2017, foi cedido por empréstimo ao Wolfsburgo.

Todavia, o avançado deu contributos importantes ao serviço do Liverpool, nos quais se destaca, por entre 42 golos apontados pelos reds, o tento feito na final da Liga dos Campeões de 2018/19, frente ao Tottenham, selando a conquista da prova.

Além de ter erguido a Orelhuda, pela primeira e única vez na carreira, Origi pegou também no troféu da Supertaça Europeia, do Mundial de Clubes, da Premier League, da Taça de Inglaterra e da Taça da Liga. A conta pode não ficar por aquii dado que o Liverpool está a lutar pelo título inglês e é finalista da atual Champions.