Roma de Mourinho empata com o despromovido Veneza e pode cair para oitavo

Roma de Mourinho empata com o despromovido Veneza e pode cair para oitavo
Redação com Lusa

O conjunto no qual atua o internacional português Nani, que ficou no banco, entrou no Estádio Olímpico, em Roma, já despromovido, face ao empate (1-1) da Salernitana no terreno do Empoli, mas, ainda assim, não deixou de complicar a vida ao finalista da Conference League.

A Roma, treinada pelo português José Mourinho, empatou este sábado 1-1 na receção ao Veneza, um desfecho que pode ditar a queda do conjunto romano para o oitavo lugar da Liga italiana.

O conjunto no qual atua o internacional português Nani, que ficou no banco, entrou no Estádio Olímpico, em Roma, já despromovido, face ao empate (1-1) da Salernitana no terreno do Empoli, mas, ainda assim, não deixou de complicar a vida ao finalista da Conference League.

O golo madrugador do nigeriano David Okereke, logo no primeiro minuto, colocou os "giallorossi" em apuros e nem a expulsão do marroquino Sofian Kiyine, aos 32, ajudou a equipa de Mourinho a operar a reviravolta, apesar das várias bolas esbarradas no ferro da baliza do Veneza.

No segundo tempo, o melhor que a Roma conseguiu fazer foi reduzir pelo suplente Shomurodov (76), que mantém a equipa no sexto posto, com 60 pontos, contra os 62 da rival Lazio, quinta colocada e com menos um jogo.

Contudo, caso Fiorentina, sétima, e Atalanta, oitava, ambas com 59 pontos, triunfem nesta ronda, a Roma cai para oitavo.

Nos romanos, o guarda-redes luso Rui Patrício foi opção inicial, enquanto o seu compatriota Sérgio Oliveira não saiu do banco.

Mais cedo, mesmo sem ter entrado em campo, o Veneza, último classificado, tinha ficado a seis pontos da Salernitana, 17.ª e primeira acima da zona de descida, ficando, desde logo, sem possibilidades de poder continuar na Serie A na próxima temporada.

O Veneza perdeu os dois jogos com a Salernitana e por isso tem desvantagem no confronto direto.

Aos 31 minutos, o avançado Cutrone ainda deu vantagem ao Empoli, 14.º posicionado, mas Bonazzoli, aos 76, refez a igualdade e condenou o Veneza ao segundo escalão, um ano depois de ter subido à Serie A.

No sentido oposto, o Spezia assegurou a manutenção depois de vencer por 3-2 no campo da Udinese, que voltou a não contar com o avançado português Beto devido a lesão.

Num duelo entre equipas do meio da tabela, o Verona, com Miguel Veloso a assistir ao jogo no banco de suplentes, foi surpreendido em casa pelo Torino (1-0).