Robinho condenado a nove anos de prisão por violência sexual

Robinho condenado a nove anos de prisão por violência sexual

Caso remonta a 2013, quando o jogador atuava no Milan

O futebolista Robinho, de 33 anos, foi condenado a uma pena de prisão de 9 anos, pelo Tribunal de Milão, por um caso de "violência sexual em grupo" contra uma jovem de 22 anos, relata o Esporte, no Brasil.

O jogador, que defendia as cores do Milan em 2013, quando tudo aconteceu, terá violado a jovem com mais cinco pessoas, numa discoteca da cidade, conforme ficou provado em tribunal. A queixa foi apresentada em 2014 e Robinho classificou toda a situação de "triste e mentirosa", mas foi agora condenado em tribunal, embora possa ainda recorrer da sentença.

Em 2009, quando jogava no Manchester City, Robinho foi também acusado de violação por uma mulher, também numa discoteca, mas o brasileiro acabou por ser ilibado na justiça.