Real Madrid vai interpor ações judiciais contra Javier Tebas e Fundo CVC

Real Madrid vai interpor ações judiciais contra Javier Tebas e Fundo CVC
Redação com Lusa

Florentino Pérez garantiu que também vai instaurar ações judiciais para anular os acordos.

O Real Madrid vai interpor ações judiciais contra Javier Tebas, presidente da Liga espanhola de futebol, Javier de Jaime, gestor do Fundo CVC e o próprio Fundo CVC, anunciou esta terça-feira o clube madrileno, em comunicado.

O clube presidido por Florentino Pérez, que já se opôs ao acordo entre a Liga espanhola e o Fundo CVC, garantiu que também vai instaurar ações judiciais para anular os acordos que venham a ser alcançados entre as duas entidades na assembleia de quinta-feira.

Em 04 de agosto, a LaLiga, organizadora do campeonato espanhol de futebol, anunciou um acordo de princípio para a venda de 10% do seu capital ao fundo de investimento CVC Capital Partners SICAV-FIS, a troco de 2,7 mil milhões de euros.

A injeção da verba na competição e nos clubes, abalados pela pandemia de covid-19, possibilitará "manter intactas as modalidades desportivas e a organização e gestão da comercialização dos direitos audiovisuais", refere LaLiga.

O referido acordo, que foi ratificado no mesmo dia pela Comissão Delegada da Liga espanhola e pelo Comité de Investimentos CVC, contempla uma operação "destinada a promover o crescimento global da LaLiga e seus clubes, continuando a transformação em uma empresa global de entretenimento digital".